Terça-feira, 23 de maio de 2017 às 15:02 em Notícias
MANCHETES DA CHEGADA DE TRUMP A ISRAEL


No Aeroporto Internacional Ben Gurion, o presidente americano Donald Trump fez diversas brincadeiras. Por exemplo, ao ver o novo embaixador americano em Israel, David Friedman, Trump perguntou, em tom de brincadeira, algo como: “Quem é esse cara?”. O embaixador israelense em Israel, Ron Dermer, que estava do lado, respondeu, também brincando: “Não sei!”. Trump quebrou o protocolo ao apertar as mãos de todos os ministros do governo, além do chefe do Estado Maior das Forças Armadas e da Polícia.


Um dos parlamentares do partido Likud, Oren Hazan, conhecido por não ser tradicional, aproveitou a oportunidade para tirar uma “selfie” com Trump. Algo realmente fora do protocolo.



Outra coisa que chamou a atenção foi a esposa do presidente Reuven Rivlin, Nehama Rivlin, que carregava consigo um equipamento para ajudá-la a respirar, já que sofre de problemas respiratórios.




Donald Trump e sua esposa Melanie Trump visitaram a recém reformada Igreja do Santo Sepulcro na Cidade Velha de Jerusalém.

 

 


Donald Trump, sua esposa Melanie e sua filha Ivanka fizeram orações no Muro das Lamentações em Jerusalém. Trump colocou uma mensagem na fresta do Muro.



Trump disse a Netanyahu, durante sua reunião de trabalho no Hotel King David de Jerusalém, que o Irã deve ser grato aos EUA pelos benefícios que recebeu no âmbito do acordo nuclear de 2015. "Demos-lhes riqueza e prosperidade ... e uma capacidade de continuar com o terror", disse ele. Netanyahu agradeceu a ele por ter tomado uma posição contra o Irã, um dia antes, em um discurso que o presidente dos EUA fez na Arábia Saudita. Trump disse que está "honrado" em ser o primeiro presidente norte-americano no cargo a visitar o Muro Ocidental - Kotel.

Fonte: ruajudaica.com

 

 

COMENTÁRIOS