Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
RECEP TAYYIP ERDOĞAN É ASSASSINO, TERRORISTA E VIOLADOR DE ALMAS
28/02/2018 11:40 em Notícias

Nos últimos meses está cada vez mais claro e evidente o interesse imperialista do líder da Turquia, Recep Tayyip Erdoğan está demonstrando ser um dos mais proeminentes candidatos a Besta do Apocalipse. Para o seu povo ele conta estórias da carochinha e para o Mundo ele brama como leão. Mas para uma menina ele foi capaz de oferece a ela morrer como mártir santa em prol da loucura do islamismo. Se os islamismo é uma religião de PAZ então o significado desta palavra para os muçulmanos é inferno e não tranquilidade como conhecemos no ocidente.

O show de terror de Erdogan: O presidente da Turquia provocou uma tempestade hoje no país depois de declarar a uma menina que ela deverá "morrer como mártir", durante uma reunião do partido na capital do governo na capital, Ancara.

Em uma passagem que até mesmo os membros do seu partido criticaram, o presidente da Turquia apareceu ao lado de uma garota de uniforme explicando, como a criança chorou em pânico, que: "Se ela morrer numa morte sagrada, eles a cobrirão com a bandeira da nação!"

Os fãs de Erdogan não entraram em pânico e continuaram a gritar "Líder! Leve-nos à sua terra!" Referindo-se à operação militar da Turquia contra a milícia curda e o Exército de Assad no enclave iraquiano do norte de Ofran. Os islamistas turcos estão se tornando cada vez mais semelhantes aos nazistas da II Guerra Mundial, onde o ódio desenfreado é a moeda de maior circulação no país.

"Olhe o que você vê na sua frente, garota, o que você está fazendo aqui? Você tem uma boina vermelha, como as Forças Especiais, e os combatentes das Forças Especiais nunca choram!" O presidente turco disse à menina e a beijou. "Ela tem uma bandeira turca no punho, se ela cair como um shaheed(mártir, suicida), eles vão cobri-la com uma bandeira, se Allah quiser", acrescentou Erdogan.

Não quer morrer de martírio, a menina e o presidente diabólico

A menina tão tenra foi colocada nesta cena sem ser perguntada, sem entender o que faria, sem o pai ou a mãe ao seu lado, ela foi psicologicamente estuprada pelo presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdoğan. As sequelas causadas por este ser demoníaco infame perseguirão esta menina pelo resto da vida. Ele praticamente assassinou o caráter de uma criança.

A crítica à atitude vergonha de Recep Tayyip Erdoğan não demorou muito. Fontes da oposição alegaram que o comportamento de Erdogan revela o abuso infantil e era uma "glorificação da morte". Até mesmo no partido de Erdogan afirmaram que o discurso foi exagerado e que seria melhor se o presidente não trouxesse uma menina pequena na participação às lágrimas.

Mais de sessenta soldados turcos foram mortos durante os combates em Irfan. As fontes da oposição alegaram que o partido de Erdogan faz uso político dos funerais dos soldados e esconde as condições reais em que os soldados turcos servem. Como sempre, os soldados turcos sempre são obrigados a fazerem aquilo que se pudessem escolher não fariam. Os Curdos não são estrangeiros, são praticamente parentes, assassinar parentes por questões territoriais é um crime que precisa cessar.

A minha pergunta é, como pode o mundo e as organizações humanitária e de direitos infantis não fazerem nada contra p presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdoğan. Este verme desumano deveria ser deposto ainda hoje. Ele incita os turcos contra os países vizinhos, contra os curdos e contra o Povo de Israel.

Desde Sião, Miguel Nicolaevsky, Diretor do Cafetorah.com e Ministério Palavra de Sião

Fonte: https://www.cafetorah.com/recep-tayyip-erdogan-e-assassino-terrorista-e-violador-de-almas/

COMENTÁRIOS